26 de fev de 2009

Paracas, Islas Ballestas

No litoral peruano, cá se esconde a cidadezinha que fica táo perto de Pisco que tem sua fama abalada pelo vizinho famoso. Paracas é uma cidadezinha onde chegamos no meio da tarde. O assustador é que o önibus náo para muito no centro da cidade e lá na provisória rodoviária estávam a nos esperas alguns automóveis se oferecendo para nos levar para um hotel. Eles sáo de pessoas que vendem tour para as ilhas, fomos de carona com um deles, os mesmos com os quais fizemos um contrato para o dia seguinte.

Tivemos algum tempo para caminhar na praia e ver o sol se por no mar. Cena de filme! Coisa linda de se ver.

No dia seguinte acordamos cedo para pegar um fila enorme que nos levaria para um barquinho que circulou as ilhas lotadas de pelicanos, pinguins e leóes marinhos. Tudo com um odor súper forte e fazendo barulhos mil. Bom, vai ter que ficar tudo na base da descriçáo por agora, é que a essas alturas estávamos sem pilhas para a maquina fotográfica, mas temos vídeos, podemos postar mais tarde.

De tarde fizemos um passeio por uma reserva nacional. Reserva mais ou menos, né? Porque tinha até pescadores lá, sem contar na tristeza de assistir um leáo marinho morrer de vagarinho por causa de uma remada na cabeça, proposital segundo a mocinha que trabalha na reserva. Foi bem triste, mas o lugar é lindo.

De tardezinha partimos para Lima, antes disso fomos até Pisco para pegar o önibus. Pisco foi fortemente destruida pelo terremoto de uns dois anos atrás, a cidade ainda tenta se reconstruir, mas está cheia de ruinas, uma cena meio melancólica.

Oito da noite chegamos em Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário